segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Rituais para Prosperidade - :: Mon Liu ::


Rituais para Prosperidade
O momento atual é delicado, mas passageiro (como tudo nesta vida)! O segredo está no ponto de vista, no foco. Ter consciência da realidade. Existe uma preocupação latente (dormir e acordar pensando no assunto) com a prosperidade. A sensação é que nunca chega, não há o suficiente, não se tem sorte na vida.

Adapta-se a tudo em nome da economia, o conformismo é geral. Precisa de uma luminária? Coloca um soquete com uma lâmpada cai-não-cai e se desvia para não se queimar ou cair sobre a cabeça. E quando venta? A lâmpada dá um show de efeitos!

Quando se projeta a iluminação de um ponto residencial ou comercial usando luminárias para lâmpadas incandescentes (cor amarela) e a pessoa aproveita a luminária? Coloca uma lâmpada fluorescente compacta substituindo a antiga e com a metade para fora, ofuscando meio mundo. Resultado: rendimento profissional menor dos usuários, uma grande dor de cabeça e olhos cansados no final do dia. Uma economia pequena piorando a qualidade de vida.

Algumas empresas acham justo colocar os recepcionistas de pé durante todo o expediente do trabalho. Não perceberam que estão lidando com seres humanos. A rotatividade é grande e é necessário ensinar o serviço toda vez que ocorre a troca. Isto reflete em perda de tempo. Lembrem-se: Tempo é dinheiro!

Outras não aceitam sugestões ou idéias de funcionários. É o sistema centralizado onde o chefe está sempre certo! O fato de estar envolvido o faz parcial, subjetivo e o impele a olhar o problema apenas por um ângulo.
Toda empresa precisa de gente que erra, que não tem medo de errar e que aprenda com o erro. - (Bill Gates)

As pessoas são egoístas: um amigo verdadeiro pede uma vez 5 reais e ficamos cegos, surdos e mudos. Na primeira esquina, tomam um sorvete ou compram uma revista de fofocas que custa o dobro! Nada contra as preferências particulares de cada um, mas será que uma amizade profunda não vale nada?

E o funcionário que só pensa em se aproveitar do patrão? Uma hora é o velório do tio da vizinha, outra uma dor imaginária que o impede até de pensar... Ficar uma hora no banheiro, tomar café a cada cinco minutos ou ficar só enrolando quando o responsável sai. Atitudes que não levam a lugar algum! Conseqüência: outro colega é promovido e vem as reclamações: proteção, injustiça, não nasceu com o bumbum virado para a Lua...

A proprietária fica segurando a atendente após o horário combinado. A funcionária pode não discutir, mas fica chateada e isto interfere no relacionamento profissional com as clientes. E por conseqüência, na prosperidade da loja.

Afinal de contas, o que vem a ser prosperidade? Prosperidade não se refere apenas a bens materiais. É toda a abundância do Universo. A energia positiva que circula à nossa volta. Às vezes, estamos recebendo um presente quando alguém sincero nos quer bem e dá uma informação valiosa. Mas estamos tão envolvidos em nossos problemas, olhando o lado negativo da Vida, que o fato passa despercebido.

Ou um rapaz que nos ame do fundo do coração, mas não damos oportunidade de conhecê-lo melhor, porque ele não se enquadra no perfil desejado. Não usa tal marca de roupas, não freqüenta tal restaurante, não tem aquele carro. Pode tanto a aparência substituir o essencial? Você vai amá-lo ou colocá-lo na mesa para enfeitar?

A eterna insatisfação do ser humano. Receber um maço de flores do campo e falar que não são orquídeas... Ganhar uma camiseta e querer um casaco de peles (vai para o Alasca?). O filho dá um relógio e sente pena de si mesma porque não é uma jóia. O marketing agressivo estimula o consumo desenfreado e visa a uma mente materialista. Isto é apenas fachada. Não resolve problema algum e continuamos nos sentindo tão vazios quanto antes...

A transformação real só ocorre quando olhamos dentro de nós mesmos: autoconhecimento é fundamental. Ser honestos com o eu interior, cumprir promessas. Somos todos parte de uma grande família, não podemos ser individualistas. Temos que crescer juntos...

Pintar a casa de roxo não traz prosperidade se não formos em busca de algo mais profundo. Aí, pode pintar até da cor de burro quando foge que funciona! Algumas dicas para aplicar depois do processo de mutação no canto da prosperidade do bá-guá (não é necessário entulhar, um objeto já serve como ‘lembrete energetico’):

- Colocar um objeto dourado ou prateado
- Pintar a parede de amarelo
- Pedra pirita ou citrino
- Deixar todo dia a bolsa, carteira ou pasta no canto especificado
- Posicionar a mesa de trabalho
- Flores Girassol
- Incenso de canela ou cravo
- Planta que cresce para cima, com folhas arredondadas
- Luminária com luz de baixa voltagem acesa o dia todo
- Uma fonte
- Música que remete à prosperidade
- Um espelho com moldura dourada
- Roda da Fortuna: Fazer um círculo de papelão todo início de ano e colar fotos e imagens ou escrever os sonhos que espera ver realizados neste ano (dentro do possível). Deixar colado no closet e ir complementando uma vez por semana (energia pessoal). Riscar os que já aconteceram. Não contar para as outras pessoas.

É impossível dizer o que é impossível, pois a fantasia de ontem é a esperança de hoje e a realidade de amanhã. (Robert H.Goddard)


Mon Liu é designer de interiores,
paisagista e presta consultoria
em São Paulo.
Visite seu Site
Email: monliu@uol.com.br
Postar um comentário