terça-feira, 1 de novembro de 2011

A Tríade das Deusas Femininas - Por Debora Rocco

Lilith, Eva e Maria.

Lilith É uma figura muito pouco conhecida; seu primeiro retrato conhecido data de 1950 a. C., é um relevo de terracota de Brunei que se encontra no museu Britânico.
Nele aparece uma bela mulher, alada e nua com os pés de ave, acima de leões e tem uma coruja de cada lado.
Lilith representa nesta trindade a Alma, o poder mental e a sabedoria feminina, intuição, liberdade…
Pelas qualidades natas desta Deusa, Lilith se corresponde com a posição ocupada por Deus na Santíssima











Trindade e com Lúcifer na Trindade Andrógina.
Eva
A segunda pessoa da Trindade feminina esta representada por Eva, que igualmente se corresponde com a segunda pessoa da Trindade Masculina, O Espírito Santo, e com a segunda pessoa da Trindade Andrógina, Samael.
Eva representa a função de mãe, a que “da a Luz”, a que limpa e varre a casa no Século xx; porque sua contraparte, a mulher trabalhadora, independente, sabia, diretora de qualquer empresa, esta representada por Lilith.
Maria
Mas chegou um momento em que fez falta um Avatar para a Humanidade; Deus decidiu então enviar seu Filho a Terra, mas para que isso fosse possível, era preciso uma Mulher Completa, que pudesse albergar em si o corpo do seu filho Jesus, e a Alma Crística do Filho de Deus.
E os séculos passaram, a mulher seguia dividida, por um lado Lilith, a mulher errante, a que pretendeu ser esposa de Deus; por outro lado Eva, a Mãe Universal.
Foi preciso que a mulher que estava dividida, por um lado em Alma (Lilith) e por outro em corpo (Eva), se integrara.
E assim foi, se escolheu Maria, a mulher que integrou em si mesma Eva e Lilith; a partir desse momento a mulher esteve completa.
O conceito de Virgindade é a virgindade espiritual da mulher, que tem alma pura, proveniente diretamente do Criador.
Também virgem no sentido de completa, pois nela se unem Lilith, já realizada como companheira de Deus e Eva, realizada como Mãe Universal.
Maria se corresponde com o Filho da Trindade Masculina, pois através dela chegou a Alma de Cristo a Humanidade, e se relaciona com Satã na Trindade Andrógina, pois foi Ela quem produziu a materialização do corpo de Jesus.
Maria é a conjunção entre Lilith e Eva (a Lua)
Lilith, representa a Potência Criadora e o tempo que se possui para realizá-la.
Eva, representa a capacidade da forma concreta, distinguindo o espaço concreto para Eva e o espaço geral para o Amor Maior e as mudanças.
Maria, representa a Criação Física Material, nos materializaria as representações de Eva e Lilith.
Quando a Lua transita pelo Zodíaco representa a força que integra os aspectos de Eva por um lado e os de Lilith pelo outro.
Da Lua Nova a Lua Cheia temos o aspecto representativo de Eva, ou seja, criar para destruir.
Da Lua Cheia a Lua Nova temos o aspecto representativo de Lilith, que destrói para criar.
Por isso a Lua na que se pratica a Magia Sagrada é na Lua Nova, pois está em equilíbrio com a fase de construção e destruição.
Falei extensivamente sobre a Tríada Feminina, porque é preciso que os que praticarem a Magia Sagrada, vejam a mulher (no caso dos homens) ou se vejam (no caso da mulher) como uma representante da Deusa, ao personificá-la no Sagrado Ato de Fazer o Amor, de forma que este acontecimento se torne Magia Sexual e Sagrada.

Debora Rocco


é uma Sacerdotisa da Deusa. Sê-lo implica numa grande responsabilidade: propagar o Amor e o conhecimento pela Mãe Terra, proporcionando a todos os que assim o desejarem, a oportunidade de aprender os Antigos Mistérios da Deusa, colaborando dessa forma com a evolução da Humanidade e do Planeta como um Todo.
Postar um comentário